Urso mantido em pequena gaiola por 20 anos é resgatado

Urso-negro chamado Chinh agora está em recuperação física e, quando estiver curado, vai desfrutar do que lhe foi negado por duas décadas.

Publicado em 30 maio 2024, às 14h35. Atualizado às 15h07.

Um urso-negro mantido em uma pequena gaiola por 20 anos foi finalmente resgatado, em uma fazenda no Vietnã, por uma organização de defesa dos direitos humanos. O bicho é conhecido como Chinh.

Urso-negro Chinh
Chinh ficou em uma pequena gaiola por 20 anos / Foto: Divulgação/World Animal Protection

O animal estava retido para retirada da sua bile, uma secreção produzida pelo fígado e armazenada na visícula biliar. Nessas fazendas de bile, os ursos ficam em cativeiro e passam por dolorosas extrações.

Aliás, o material serve para produtos de medicina tradicional asiática. A Four Paws, ajudada pela World Animal Protection, trabalha para localizar animais em fazendas de bile. O programa registra adequadamente os bichos e transfere para santuários.

“Após o resgate, Chinh estava calmo. Ele já pegou alguns alimentos de nós, incluindo bananas. Ele tem tártaro agudo e caninos superiores fraturados. As garras dele são muito longas e ele tem hiperqueratose grave nas patas, por ficar em cima de barras de metal nos últimos anos”, disse Lesley Halter-Gölkel, veterinária da Four Paws, em comunicado, segundo a revista “People”.

No santuário Ninh Binh, no Vietnã, Chinh está em recuperação física, mas vai poder desfrutar de prazeres depois de 20 anos. Quando estiver curado, o urso vai ter um grande espaço semisselvagem para brincar e relaxar.

Mostrar próximo post
Carregando