Parque Nacional do Iguaçu completa 84 anos de riquezas naturais; veja fotos

por Aline Cristina
com Assessoria Cataratas do Iguaçu
Publicado em 10 jan 2023, às 11h47.

O Parque Nacional do Iguaçu, no Oeste do Paraná, celebra 84 anos de criação, nesta terça-feira, 10 de janeiro. Para celebrar a data, o parque realiza uma programação cultural, com muita música para quem passar pelo local.

Foi em 1939 por meio do Decreto-Lei n.º 1.035, do então presidente da República Getúlio Vargas, que o parque foi criado. No ano de 1986, recebeu o título, concedido pela Unesco, de Patrimônio Mundial Natural. Já as Cataratas do Iguaçu, localizadas no interior da unidade de conservação, receberam o título de Maravilha Mundial da Natureza no dia 11 de novembro de 2011, em uma eleição internacional, com votos de pessoas de todo o mundo.

Durante esses anos,o parque obteve  bons resultados em diversas áreas, com destaque para os ganhos ambientais e turísticos da unidade de conservação. A população de onças-pintadas, animal símbolo do parque, cresceu cerca de 70% nos últimos anos. Já a visitação turística, que colabora para o desenvolvimento da economia local e regional, está em forte recuperação, representando 71% do ano de 2019, período anterior à pandemia.

Sobre o Parque

O Parque Nacional do Iguaçu se consolidou, nesses 84 anos, como referência na conservação da natureza e no turismo sustentável no mundo. O parque, que é um dos mais visitados do Brasil, protege uma área de 185 mil hectares de Mata Atlântica e uma rica biodiversidade, constituída por espécies singulares da fauna e flora brasileiras.  A unidade de conservação brasileira, localizada no Oeste do Paraná, faz fronteira com a Argentina, na província de Missiones. Já as Cataratas do Iguaçu estão situadas entre a cidade brasileira de Foz do Iguaçu e a argentina Puerto Iguazú.

Em seus 420 quilômetros de extensão, abrange 14 municípios que compõem sua microrregião geográfica: Capanema, Capitão Leônidas Marques, Santa Lúcia, Lindoeste, Santa Tereza do Oeste, Diamante D’Oeste, Céu Azul, Matelândia, Ramilândia, Medianeira, Serranópolis do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu e Foz do Iguaçu. Em sua porção sul, o parque limita-se em mais de 60km com o Parque Nacional Iguazú, integrando importante contínuo biológico do centro-sul da América do Sul, o que traz oportunidades de troca e cooperação nos esforços de conservação da biodiversidade.

O território do parque faz parte da Ecorregião Florestas do Alto Paraná, que envolve desde as encostas a oeste da Serra do Mar, no Brasil, até o leste do Paraguai e a província de Missiones, na Argentina, com uma área de mais de 471 mil km². É a maior das 15 ecorregiões existentes do bioma Mata Atlântica. O parque está localizado em uma região de fácil acesso, e todos os seus pólos podem ser acessados por vias terrestres asfaltadas.

A principal via de chegada aos polos Cataratas (Foz do Iguaçu), Silva Jardim (Serranópolis do Iguaçu) e Rio Azul (Céu Azul) é a BR-277, que corta o estado do Paraná no sentido leste a oeste, conectando o Porto de Paranaguá com a Ponte Internacional da Amizade. Já o Polo Ilhas do Iguaçu e Gonçalves Dias (Capanema) é acessado por meio da BR-163.

Todos os municípios limítrofes ao parque possuem rodoviárias. A região conta com dois aeroportos: o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e o Aeroporto Municipal de Cascavel. Já Puerto Iguazú, na Argentina, também tem um aeroporto internacional (Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú).

Biodiversidade

Quanto à flora, o parque, em sua essência, é coberto pela Floresta Estacional Semidecidual (FES), do tipo Submontana na região Central e Sul, e Montana mais ao Norte. Apresentam elevada importância na floresta as espécies Aspidosperma polyneuron (peroba-rosa) e Euterpe edulis (palmito-juçara). Quanto à diversidade, foram identificados até o momento 761 angiospermas, 16 pteridófitas e 464 espécies de fitoplâncton. De acordo com a Lista Vermelha da IUCN, 16 espécies possuem o status “Em perigo”, como a Aspidosperma polyneuron (peroba-rosa) e Araucaria angustifolia (araucária), e sete “Vulneráveis”, como o Euterpe edulis (palmito-juçara) e Apuleia leiocarpa (garapa ou grápia).

Quanto à fauna, são elencadas até o momento 158 espécies de mamíferos, 390 de aves, 48 de répteis, 12 de anfíbios, 175 de peixes e pelo menos 800 de invertebrados. Segundo a Lista Vermelha da IUCN, foram verificadas dez espécies da fauna com status de conservação “Em perigo”, como a Puma concolor (onça-parda) e Panthera onca (onça-pintada), e 13 “Vulneráveis”, como Alouatta guariba (guariba), Mazama nana (veado-bororó), entre outras.

  • Conservação da onça-pintada: A onça-pintada é o maior felino das Américas e o terceiro maior do mundo. É uma espécie criticamente ameaçada de extinção na Mata Atlântica. O parque representa 80% das florestas remanescentes do Paraná. Aqui vivem, aproximadamente, 24 onças-pintadas, a única população crescente nesse bioma.

O Projeto Onças do Iguaçu é um projeto institucional do Parque Nacional do Iguaçu, que tem como missão a conservação da onça-pintada, como espécie-chave para a manutenção da biodiversidade na região do parque. O projeto conta com diversos apoiadores e trabalha em conjunto com a população local que reside em municípios que margeiam a unidade, para manter o bem-estar dos felinos.

(Foto: Emilio White)
  • Observação de aves: O Parque Nacional do Iguaçu vem buscando diversificar as experiências de visitação e, ao mesmo tempo, envolver a comunidade local nesse processo. Por conta disso, em 2021, iniciou-se o credenciamento de condutores de visitantes observadores de aves.

O parque possui mais de 340 espécies de aves, muitas raras e ameaçadas de extinção, o que torna a atividade de “passarinhar” em Foz do Iguaçu, Serranópolis, Céu Azul e Capanema muito atrativa. Até o momento, a unidade tem 27 condutores credenciados.

Futuro 

As novas perspectivas com a concessionária Urbia Cataratas S.A., responsável pela gestão turística, são de investimentos de 500 milhões de reais, nos próximos cinco anos.

Conforme o edital da nova concessão, Santos Dumont, personalidade tão importante para a criação do Parque Nacional do Iguaçu, deverá ter um espaço de memória. O local abrigará uma exposição permanente sobre a temática Santos Dumont, contando com elementos de interpretação e informações apresentadas de maneira gráfica, didática e atrativa, com o objetivo de enriquecer a visita ao PNI.

A demanda é fruto de um pedido da sociedade, que é muito grata pela atitude de Santos Dumont, um dos grandes responsáveis pela criação do parque.

Mostrar próximo post
Carregando
vulkan vegas, vulkan casino, vulkan vegas casino, vulkan vegas login, vulkan vegas deutschland, vulkan vegas bonus code, vulkan vegas promo code, vulkan vegas österreich, vulkan vegas erfahrung, vulkan vegas bonus code 50 freispiele, 1win, 1 win, 1win az, 1win giriş, 1win aviator, 1 win az, 1win azerbaycan, 1win yukle, pin up, pinup, pin up casino, pin-up, pinup az, pin-up casino giriş, pin-up casino, pin-up kazino, pin up azerbaycan, pin up az, mostbet, mostbet uz, mostbet skachat, mostbet apk, mostbet uz kirish, mostbet online, mostbet casino, mostbet o'ynash, mostbet uz online, most bet, mostbet, mostbet az, mostbet giriş, mostbet yukle, mostbet indir, mostbet aviator, mostbet casino, mostbet azerbaycan, mostbet yükle, mostbet qeydiyyat