Fernandes marca dois gols, Figueirense vence e Jorginho entra para a história

Fernandes (E) comemora com Ygor o primeiro gol alvinegro

Com os dois gols marcados ontem, o meia Fernandes não só deu a vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, como também ajudou o técnico Jorginho a fazer história no Figueirense. Com o resultado, o treinador atingiu a marca de 11 jogos sem derrota no comando do Alvinegro, a maior série invicta do clube na Série A do Campeonato Brasileiro. A quarta vitória seguida do time, outro recorde, leva o Figueirense aos 50 pontos e deixa o clube mais perto do sonho de conquistar uma vaga para a Libertadores da América do ano que vem.

No primeiro tempo, o Figueirense teve dificuldades para chegar ao gol do Bahia. O técnico Joel Santana povoou o meio de campo do seu time com marcadores, e o Alvinegro, mesmo com quase 70% da posse de bola, só conseguiu entrar na área do adversário com passes de longa distância ou jogadas pelas laterais. O lance de maior perigo saiu dos pés do atacante Wellington Nem, que acertou a trave do goleiro Marcelo Lomba num chute cruzado dentro da área. Apesar da forte marcação, o Bahia saiu para o jogo e quase marcou com Dodô, que teve o seu arremate defendido por Wilson.

Na etapa final, o Figueira voltou buscando o gol, mas viu o volante Diones abrir o placar logo aos 10 minutos. O adversário mal teve tempo de comemorar, porque Fernandes, no lance seguinte, acertou um belo chute de fora da área e marcou um golaço, o seu primeiro na Série A deste ano, para delírio da torcida alvinegra. E o ídolo garantiu a vitória do Figueirense aos 24 minutos. Júlio César passou para o meia na entrada da área, ele chutou de esquerda, com força, para fazer o seu 104º. gol com a camisa do Figueira.

Figueirense

Wilson
Bruno
Roger Carvalho
Edson Silva
Juninho
Ygor
Túlio
Maicon (Fernandes)
Elias (Aloisio)
Wellington Nem (João Paulo)
Júlio César
Técnico: Jorginho


Bahia

Marcelo Lomba
Marcone
Paulo Miranda
Titi
Dodô
Helder
Fabinho
Diones (Júnior)
Camacho
Gabriel
Souza
Técnico: Joel Santana

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Data: 30/10/2011. Público: 9.387. Renda: R$ 101.610. Gols: Diones (B) aos 10 e Fernandes (F) aos 11 e 23 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Ygor, Elias (F), Titi, Helder e Paulo Miranda (B). Arbitragem: Sálvio Spínola Fagundes Filho (SP), auxiliado por Vicente Romano Neto (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

19 nov 2011, às 00h00.
Mostrar próximo post
Carregando