Inflação sobe 0,41% na cidade de Curitiba

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) em Curitiba foi de 0,41%, nos 30 dias terminados em 7 de setembro, conforme levantamento do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). Na comparação com as semanas anteriores, a taxa continua subindo, mesmo com a pressão das taxas decrescentes do setor de vestuário e de transporte.

Essa aceleração se deve, principalmente, aos aumentos de preços no grupo Alimentos e Bebidas (1,75%), que pressionaram o resultado final, com 0,35 pontos percentuais no total do índice. Os aumentos mais significativos foram de 6,89% no arroz, 2,66% no pão francês e 6,37% no açúcar refinado.

Entre todos os itens pesquisados pelo IPC, as contribuições mais significativas foram: com alta de preços, batata-inglesa (44,59%), pacotes turísticos nacionais (17,29%), aluguel de moradia (1,13%), condomínio (3,00%) e almoço e jantar – refeição (1,30%). Registraram queda de preços, passagem aérea (3,38%), agasalho feminino (17,54%), automóvel de passeio e utilitário usados (0,58%), energia elétrica residencial (1,43%) e gasolina (1,29%).