Professores e funcionários da UEM realizam nova paralisação

Cerca de 4 mil professores e técnicos da Universidade Estadual de Maringá (UEM) devem participar de uma paralisação na manhã de hoje (18). Eles reivindicam reestruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e melhores condições de trabalho. Além disso, questionam cortes de verbas realizados na instituição.

Os trabalhadores dizem que se as negociações com o governo do Estado não evoluírem, podem realizar uma greve geral, por tempo indeterminado, a partir da primeira quinzena de agosto.

18 jul 2012, às 00h00.
Mostrar próximo post
Carregando