Mulher de 27 anos morre depois de receber contraste para exame em clínica

Publicado em 25 dez 2022, às 12h20.

A psicólogia Bruna Nunes de Faria, 27 anos, morreu após fazer um exame de ressonância magnética, na cidade d Goiânia, em Goiás. Ele teria começado a passar mal depois de receber o contraste, um medicamento usado para fazer o exame.

A morte foi registrada na Polícia Civil. A mãe contou ao G1 que ela teve um acidente vascular cerebral (avc) há 45 dias e fez o exame para descobrir a causa. Ela começou a passar mal logo depois da aplicação do contraste.

O que é o contraste?

O contraste é um medicamento que é aplicado em pacientes para aumentar a possibilidade de reconhecimento nos exames de ressonância magnética e tomografia.

O uso dele não é obrigatório para os exames, mas médicos podem requerer para aumentar a percepção do que precisam localizar nos exames. Por ter efeitos no corpo, ele pode provocar reação alérgica nas pessoas.

Mostrar próximo post
Carregando