Advogado criminalista é assassinado com 23 tiros em frente a tribunal

Para a OAB, a morte do advogado trata-se de uma “execução”, já que este é o segundo caso recente de advogados mortos a tiros no estado

Publicado em 28 maio 2024, às 07h39.

Um advogado criminalista foi assassinado com 23 tiros na frente ao tribunal do Fórum de Ibirité, em Minas Gerais, na última segunda-feira (27). A vítima foi identificada como Pedro Cassimiro Queiroz Mendonça, de 40 anos.

Advogado criminalista é assassinado com 23 tiros em frente a Fórum
“A OAB de Minas Gerais repudia de forma veemente mais um ataque à advocacia”, publicou a entidade (Foto: Reprodução/ Facebook)

A morte do advogado foi confirmada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Seção Minas Gerais em um vídeo nas redes sociais. Conforme a instituição, o homem foi morto à luz do dia, por volta das 11h30. 

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), um carro passou ao lado da vítima e disparou várias vezes. Na sequência, o veículo fugiu em alta velocidade. As autoridades ainda investigam a possível causa do crime.

Advogado criminalista é assassinado: OAB repudia crime

Para a OAB, a morte do advogado criminalista trata-se de uma “execução”, já que este é o segundo caso recente de advogados mortos a tiros no estado. Na última semana passada, um outro profissional, identificado como Hudson Maldonado, foi assassinado na cidade de Sete Lagoas. A suspeita é que a morte ocorreu devido à atuação. 

“A OAB de Minas Gerais repudia de forma veemente mais um ataque à advocacia”, publicou a entidade.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando