O chefe da Casa Militar do Paraná, tenente-coronel Sérgio Vieira Benício, foi encontrado morto nesta terça-feira (30). O oficial tinha 55 anos, morava em Curitiba e estava à frente da Casa Militar desde outubro de 2021. 

Sérgio Vieira Benício era casado e tinha um filho de 27 anos. A morte foi registrada pela Polícia Militar após chamada feita pela família. A Polícia Civil investiga a causa, que não foi revelada. As informações do velório e sepultamento não foram divulgadas.

Natural de Paranavaí, Vieira ingressou na Polícia Militar do Paraná em 1992. Ele passou pelo 15° BPM/Rolândia, Colégio da PMPR, Regimento de Polícia Montada/RPMon e Diretoria de Apoio Logístico e no Hospital Veterinário da PMPR. Ele ocupava a chefia da Casa Militar desde outubro de 2021.

Governo do Paraná decreta luto oficial pela morte do chefe da Casa Militar

O governo do Paraná emitiu nota na manhã desta quarta-feira (31) definindo luto de três dias e lamentando a morte do chefe da Casa Militar, Sérgio Vieira Benício. A nota ainda afirma que a família do militar receberá todo o auxílio necessário.

Na nota, o governador Ratinho Júnior (PSD-PR) afirmou que Sérgio Vieira “acreditava na força do Estado do Paraná e no poder transformador das políticas públicas”.

“Lamento profundamente a partida de um amigo e um servidor público que acreditava na força do Estado do Paraná e no poder transformador das políticas públicas. Ele se dedicou durante muitos anos para a Polícia Militar e mais recentemente para a Casa Militar. Que Deus conforte a sua família e os amigos nesse momento de dor“, afirmou o governador Ratinho Junior.

Leia a nota completa de luto oficial pela morte do chefe da Casa Militar

O Governo do Paraná decretou luto oficial de três dias e lamenta profundamente o falecimento do tenente-coronel Sérgio Vieira Benício, 55 anos, chefe da Casa Militar. O Estado vai prestar toda assistência necessária à família nesse momento difícil.

Natural de Paranavaí, Vieira ingressou na Polícia Militar do Paraná em 1992. Ele passou pelo 15° BPM/Rolândia, Colégio da PMPR, Regimento de Polícia Montada/RPMon e Diretoria de Apoio Logístico e no Hospital Veterinário da PMPR, além da Casa Militar, posto que ocupava desde outubro de 2021.

A Casa Militar é responsável pela segurança do Palácio Iguaçu e de autoridades de Estado, além de organizar o transporte aéreo, inclusive fazendo parte do Sistema Estadual de Transplantes, que é referência nacional. Apenas no ano passado as aeronaves do Governo do Paraná realizaram 128 voos para transporte de órgãos, consolidando o ano com o maior número de operações deste tipo no Estado. Até então, a melhor marca havia sido obtida em 2017, quando ocorreram 123 voos.

O tenente-coronel também era graduado em Gestão Pública e Ciências Equinas pela PUC/PR e tinha especialização em Direito Militar pela Faculdade Futura-Faveni.

“Lamento profundamente a partida de um amigo e um servidor público que acreditava na força do Estado do Paraná e no poder transformador das políticas públicas. Ele se dedicou durante muitos anos para a Polícia Militar e mais recentemente para a Casa Militar. Que Deus conforte a sua família e os amigos nesse momento de dor“, afirmou o governador Ratinho Junior.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

31 jan 2024, às 09h15. Atualizado às 10h10.

No Ar

Próximos programas

  • 22h20 RIC Notícias Noite
Mostrar próximo post
Carregando