PF conclui que Adélio Bispo é o único responsável por atentado contra Bolsonaro

Relatório final do caso aponta que autor confesso do ataque com faca durante a campanha eleitoral, agiu sozinho e sem mandantes

Publicado em 11 jun 2024, às 12h27.

A Polícia Federal (PF) concluiu o inquérito sobre o atentado contra o então candidato à Presidência da República Jair Messias Bolsonaro, em 2018. O relatório final do caso aponta que Adélio Bispo de Oliveira, autor confesso do ataque com faca durante a campanha eleitoral, agiu sozinho e sem mandantes para cometer o crime.

Polícia Federal conclui que Adélio Bispo é o único responsável por atentado contra Bolsonaro
Adélio Bispo de Oliveira confessou ser o autor da facada contra o então candidato à presidência (Foto: Divulgação)

A conclusão da PF é resultado das novas investigações sobre o caso, reaberto no final de 2021, que apuraram o possível envolvimento de mais pessoas com o crime. Desde então a polícia cumpriu diversos mandados de busca e apreensão para nova análise de equipamentos eletrônicos e documentos. Ao longo dessa investigação, a PF descobriu outros possíveis delitos, relacionados a um dos advogados de defesa de Adélio, mas sem qualquer ligação com os fatos investigados.

Dessa forma, a Polícia Federal concluiu que “houve apenas um responsável pelo ataque, já condenado e preso”. Após essa conclusão, a PF apresentou o relatório final à Justiça, atendendo a novas solicitações do Ministério Público Federal, e agora aguarda a manifestação judicial.

Polícia Federal conclui que Adélio Bispo é o único responsável por atentado contra Bolsonaro
Adélio Bispo, no detalhe, observa Jair Bolsonaro momentos antes do atentado, em Juiz de Fora, Minas Gerais (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)

Assim, devido a ausência de qualquer novo indício, a Polícia Federal manifestou-se pelo arquivamento do inquérito.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui 

Mostrar próximo post
Carregando