PF prende suspeitos de ameaçar família do ministro Alexandre de Moraes

Os dois homens, que são irmãos, são investigados pelos crimes de ameaça, perseguição e stalking contra os três filhos do ministro do STF

Publicado em 31 maio 2024, às 13h18.

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sexta-feira (31) dois suspeitos de ameaçar de morte os três filhos do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. As prisões ocorreram em São Paulo e no Rio de Janeiro. O Portal R7 confirma que os dois suspeitos são irmãos, investigados pelos crimes de ameaça, perseguição e stalking.

Polícia Federal prende dois suspeitos de ameaçar de morte os três filhos do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes
Suspeitos forma detidos em São Paulo e no Rio De Janeiro (Foto: Policia Federal)

A operação da PF atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR ). Segundo as investigações, as ameaças foram feitas por e-mail. A princípio, os filhos de Moraes teriam recebido mensagens por pelo menos uma semana. Ao longo desse período, os suspeitos tentavam intimidá-los dando detalhes sobre a rotina do ministro e de seus filhos.

Leia também:

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão em dois estados

Além das prisões, a Polícia Federal cumpriu ainda cinco mandados de busca e apreensão, também nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. De acordo com a corporação, o objetivo da operação foi “complementar as evidências em torno de violentas ameaças sofridas por familiares” de Moraes.

Polícia Federal prende dois suspeitos de ameaçar de morte os três filhos do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes
Investigações apontam que os suspeitos enviaram e-mail com as ameaças aos filhos do ministro (Foto: Ton Molina/Estadão Conteúdo)

Ainda de acordo com o R7, a operação foi acompanhada pela Marinha, porque um dos suspeitos é fuzileiro naval. Agora, os dois detidos ficarão presos nas superintendências da Polícia Federal do Rio de Janeiro e de São Paulo até a Justiça determinar para onde devem ser levados.

A audiência de custódia dos presos está prevista para a tarde desta sexta. A segurança do STF foi acionada e auxiliou a Diretoria de Inteligência da PF a investigar e levantar a identidade dos suspeitos.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando