Fisiculturista é preso por tentativa de feminicídio e justifica lesões com queda

O fisiculturista que foi preso por agredir a companheira já teria agredido a ex-namorada no passado; entenda o caso

Publicado em 20 maio 2024, às 20h27.

Um fisiculturista de Goiás foi preso na última sexta-feira (17) suspeito de tentativa de feminicídio contra sua companheira. A princípio, o homem teria relatado ao hospital que a mulher foi levada que ela teria sofrido uma queda.

Fisiculturista é preso por tentativa de feminicídio e justifica lesões com queda
Não é a primeira vez que ele é acusado de violência doméstica. (Foto: Ilustração/iStock)

De acordo com a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), a vítima foi levada ao hospital no dia 10 de maio pelo próprio companheiro. Ela apresentava múltiplas lesões, entre elas traumatismo craniano no lado direito, esquerdo e base do crânio, oito costelas quebradas, clavícula fraturada, escoriações pelas coxas, boca e olhos e outras. Segundo a Polícia Civil, ela continua em coma e internada em estado grave.

Entenda o registro de violência doméstica que levou fisiculturista a ser preso

De acordo com a Deam, o hospital comunicou a delegacia após notar “incompatibilidade das lesões apresentadas pela vítima e as alegações do companheiro”. Após diligências, foi descoberto que o investigado já respondeu outros processos envolvendo violência doméstica tanto com a atual companheira quanto com a ex-namorada. Além disso, houve deferimento de medidas protetivas causadas pelas agressões.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão preventiva foi a melhor decisão para o caso. “A equipe policial procedeu diligências no local dos fatos, ouviu testemunhas, solicitou perícias e exame de corpo de delito na vítima, mesmo no hospital”, revelou. “Por entender se tratar de violência doméstica, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do investigado.”

A identidade do fisiculturista que foi preso não foi revelada, impossibilitando o contato com a defesa. Entretanto, o espaço permanece aberto para manifestação. 

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando