por Nathália Vendrame
Com assessoria e supervisão de Letícia Tristão.

A temporada do pinhão no Paraná começa a partir do dia 1º de abril. De acordo com as diretrizes do Instituto Água e Terra (IAT), a colheita, armazenamento e comercialização do pinhão só serão permitidos para sementes maduras, visando preservar a espécie e garantir a segurança dos consumidores.

É crucial respeitar o período de maturação do pinhão, permitindo que a natureza siga seu curso e contribua para a reprodução da araucária, árvore símbolo do estado.

A autoridade pode impor uma multa de R$ 300 para cada 50 quilos apreendidos por desobediência, podendo responsabilizar por crime ambiental.

Para evitar problemas de saúde, é essencial consumir apenas pinhões maduros, evitando aqueles que apresentem casca esbranquiçada e alto teor de umidade, pois podem conter fungos prejudiciais. Além disso, é importante não adquirir pinhões de outros estados, contribuindo para a preservação da araucária paranaense.

O IAT e o Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde (BPAmb-FV) conduzirão a fiscalização para assegurar o cumprimento das normas estabelecidas. Os cidadãos podem fazer denúncias de irregularidades aos órgãos competentes, contribuindo para a preservação da árvore e do meio ambiente em geral.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

26 mar 2024, às 13h06.

No Ar

Próximos programas

  • 22h20 RIC Notícias Noite
Mostrar próximo post
Carregando