Papa Francisco condena mudança de gênero: "Tentação de se passar por Deus"

Publicado em 10 abr 2024, às 14h52.

O Vaticano divulgou um texto assinado pelo Papa Francisco, que declara a oposição à cirurgia de redesignação sexual, à ideologia de gênero, à barriga de aluguel, ao aborto e à eutanásia. O documento foi divulgado na segunda-feira (8).

O documento nomeado como Dignitas Infinita (Dignidade Infinita, em tradução), tem mais de 30 páginas. Em um trecho, o texto informa que o sexo atribuído a uma pessoa ao nascer é uma dádiva e que qualquer tentativa de mudá-lo corre o risco de ciar na “na tentação de se fazer de Deus”.

Na internet, as opiniões ficaram divididas, alguns internautas apoiam os ideais do Papa Francisco enquanto outros são contra o posicionamento.

“Enquanto a religião estiver se impondo a ciência o avanço social vai diminuindo e estaremos nos pautando por dogmas”, escreveu um internauta. Já outro demonstrou “Até que enfim um momento de lucidez desse Papa, estava todo moderninho que eu achei que ele ia achar normal isso também!!”, escreveu outro.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui!

Mostrar próximo post
Carregando