Idoso morre vítima de leptospirose após enchentes no Rio Grande do Sul

A vítima foi identificada como Eldo Gross, de 67 anos, morador de uma das regiões mais afetadas pelas enchentes

Publicado em 21 maio 2024, às 08h36. Atualizado às 08h41.

Um idoso de 67 anos morreu vítima de leptospirose no município de Travesseiro, no Vale do Taquari, uma das regiões mais afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. A morte foi confirmada no último domingo (19) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Idoso morre vítima de leptospirose
A doença é causada pela bactéria leptospira, presente na urina de roedores. (Foto: Reprodução/ Facebook)

A vítima foi identificada como Eldo Gross. Ele havia sido encaminhado ao Hospital Municipal Marques de Souza, na última terça (14), e transferido para o Hospital Bruno Born, na quinta (16) para internação em UTI. 

Eldo morreu na sexta-feira (17). Na mesma cidade, outras três pessoas estão recebendo tratamento contra a leptospirose.

Idoso morre vítima de leptospirose: preocupação com a doença

A doença, causada pela bactéria leptospira presente na urina de roedores, é uma das que mais preocupa as autoridades de saúde, pois há grande risco de casos em razão do contato com a água das cheias.

Até o momento, 19 pessoas foram diagnosticadas com leptospirose no Rio Grande do Sul, além de outras 304 suspeitas de estarem infectadas.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando