"Superação": amigos comemoram retorno de jovem atacada com soda cáustica

Isabelly Ferreira, de 23 anos, foi atacada com soda cáustica, no dia 22 de maio deste ano e recebeu alta no último sábado (8). Nas redes sociais, os amigos comemoraram o retorno de Isabelly

Publicado em 11 jun 2024, às 13h21.
POST 5 DE 5

Os amigos da jovem atacada com soda cáustica usaram as redes sociais para comemorar o retorno de Isabelly Ferreira, de 23 anos. Conforme informações, a jovem foi atacada no dia 22 de maio, em Jacarezinho, no norte do Paraná, e recebeu alta no último sábado (8).

De acordo com os relatos da jovem, o ataque com soda cáustica foi planejado (Foto: reprodução/Instagram/isabellyf803)

“Isa, a guerreira! Acompanhei a história dela intensamente por dias. Superação!”, escreveu um dos amigos da jovem. “Gratidão a Deus por tê-la conosco. Amamos você, Isa”, escreveu outra amiga.

Isabelly Ferreira também usou as redes sociais para falar sobre o ataque com soda cáustica. Conforme a jovem. ela sofreu muito após o ocorrido e acredita que tudo foi planejado.

“Teve gente que tava comentando aqui que foi só um susto. Foi o susto, na verdade, né? Porque querendo ou não, eu fiquei 12 dias na UTI, 3 dias entubadas sem saber o que estava acontecendo, desacordada. Gente, foi a pior sensação da vida. Eu acordei sem saber o que estava acontecendo, sem saber o motivo pelo qual eu estava lá e sem se alimentar. Fiquei 12 dias sem se alimentar, gente, só por sonda. Emagreci mais de 10 quilos durante esse tratamento. Peguei infecção no pulmão, que foi pneumonia forte”, relatou a jovem sobre sua situação após o ataque (assista a declaração completa abaixo).

Jovem atacada com soda cáustica fala sobre o caso; assista

Conforme o relato da jovem, ela acredita que o ataque foi planejado (vídeo: reprodução/redes sociais)

Relembre o caso

De acordo com as investigações, no dia 22 de maio, uma jovem foi atacada com soda cáustica, em Jacarezinho, no norte do Paraná. De acordo com os relatos da vítima, ela correu desesperada em busca de socorro até encontrar alguns homens que estavam perto do local do ataque.

Recentemente Isabelly revelou que ainda não entendeu exatamente porque foi atacada pela suspeita do crime, Debora Custódio, que afirmou à polícia ter agido por ciúmes. De acordo com Isabelly, ela não teve nenhum contato recente com o ex-namorado, que atualmente se relaciona com a autora do atentado.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui!

Mostrar próximo post
Carregando