Familiares de Ismael Flores de 19 anos relataram que o jovem foi morto por engano durante a abordagem realizada pela Polícia Militar, em Foz do Iguaçu, após um roubo.

“Ele foi visitar a mãe dele e no retorno de casa, na esquina de cima, a polícia estava em perseguição. A gente acredita que ele foi correr na hora, com medo de ser atingido, quando um policial disparou contra ele. Ele gritou ‘que não era bandido’ e o policial disparou mais dois tiros contra ele”, afirmou Andreia Pereira Mendes, sogra de Ismael.

A Polícia Militar afastou dois policiais que efetuaram os disparos e abriu um inquérito. O caso também é investigado pela Polícia Civil. As mortes aconteceram após um assalto no Bairro Porto Meira, segundo a polícia, as vítimas não foram feitas reféns durante o crime.

28 abr 2023, às 11h58. Atualizado às 12h12.
Mostrar próximo post
Carregando