O motorista de aplicativo que foi acusado de estupro na madrugada do último sábado (10), em Londrina, estaria recebendo ameaças de morte. A RICtv entrou em contato com a advogada do suspeito, que relatou como a repercussão do caso tem motivado os ataques. O homem confessou o envolvimento com a moça que o denunciou, mas nega que tenha praticado o crime.

Apesar de alegar inocência, na tarde de segunda-feira (12) outra mulher relatou para a equipe da RICtv que também foi vítima do suspeito, em dezembro do ano passado. A Polícia Civil está investigando o caso.

Nas redes sociais, várias pessoas compartilharam os dados do motorista, alertando para o ocorrido e incentivando a denúncia. Ele teve o seu perfil removido da plataforma da Uber.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

13 fev 2024, às 12h46.
Mostrar próximo post
Carregando