Casal é preso suspeito de agredir e torturar a filha em Pinhais

A criança de 4 anos tinha hematomas principalmente na região da cabeça

Publicado em 4 jun 2024, às 13h31. Atualizado às 13h36.

Um casal acabou preso suspeito de agredir e torturar a própria filha. Prisão aconteceu na segunda-feira (3), em Pinhas, Região Metropolitana de Curitiba. Um homem e uma mulher, ambos com 29 anos, vão responder por crimes de tortura e lesão corporal.

Casal foi preso por suspeita de violência contra a filha
Casal acabou detido pela PCPR (Foto: Fábio Dias / EPR)

A denúncia feita por um hospital, após a criança de 4 anos, filha da mulher, levada ao hospital com múltiplos hematomas na face e couro cabeludo. Além disso, a menina apresentava edemas em toda a cabeça, principalmente nos olhos e orelhas.

Leia também:

Após a avaliação médica o hospital encontrou evidências de que a menor foi submetida a espancamento repetido e de alta intensidade. Sendo assim, comunicou à delegacia de um possível caso de agressão e tortura. Segundo a polícia, a versão da mãe para as lesões é deu que a criança teria caído na noite anterior.

Após investigação policial, o homem e a mulher acabaram localizados no bairro Jardim Cláudia e presos temporariamente. Se comprovados os crimes, eles podem pegar até a até 12 anos de prisão.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

Mostrar próximo post
Carregando