Ministério Público pede vaga em Presídio Federal para acusado de matar petista

Publicado em 11 ago 2022, às 08h14. Atualizado às 08h16.

Os promotores do Ministério Público do Paraná (MP-PR), que acompanham o caso da morte do petista Marcelo Arruda, solicitaram nesta quarta-feira (10) uma vaga em um Complexo Penitenciário Federal para prisão de Jorge Guaranho. O documento assinado pelos promotores Tiago Lisboa Mendonça e Luis Marcelo Mafra Bernardes da Silva demonstra insatisfação com a concessão de prisão domiciliar para o policial penal.

De acordo com uma decisão da Justiça, Jorge Guaranho foi encaminhado para casa após receber alta hospitalar na tarde desta quarta-feira (10). Mesmo com o pedido negado pelo MP-PR, o juiz da 3.ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu autorizou a prisão domiciliar após o Complexo Médico Penal (CMP), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, informar à Justiça que não possui estrutura técnica adequada para fornecer os cuidados de saúde que o paciente ainda necessita.

“Não há, como quer crer o DEPEN/PR, risco de vida ao requerente. Este carece, como amplamente demonstrado nos autos, de um lento e cuidadoso processo de recuperação, em razão das lesões sofridas”, informaram os promotores, que ainda reiteraram, citando a equipe médica do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, que Guaranho não corre risco de vida.

“O seu estado de saúde ainda é grave, isto é inegável, e “demanda cuidados especializados para atividades básicas da vida diária, necessitando de cuidados diários, reabilitação multiprofissional (fisioterapia, fonoaudiologia e nutricionista) e acompanhamento médico ambulatorial (cirurgião bucomaxilofacial, fonoaudiologia, neurologia clínica e clínica médica)”,

relataram no documento.

Pedido em Presídio Federal

No documento, o MP-PR ainda classifica a decisão da prisão domiciliar como lamentável. Os promotores citaram “absoluto descaso por parte do Estado do Paraná”, “omissão do poder público” e “incompetência do Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (DEPEN/PR)”. 

Diante da negativa do DEPEN/PR em receber Jorge Guaranho, o MP-PR solicitou, com urgência, uma vaga em um Complexo Penitenciário Federal, alegando que o policial penal preenche condição para tanto, “prática de crime que coloque em risco a sua integridade física no ambiente prisional de origem”. Ainda como justificativa, os promotores citam que durante o internamento, rondas de viaturas do DEPEN Federal na área externa do hospital eram constantes temendo por atos atentatórios à vida de Guaranho.

Na decisão da prisão domiciliar, o MP-PR já havia requisitado uma vaga para custódia do requerente em complexo penal de outra federação, preferencialmente em São Paulo ou Santa Catarina, por conta da proximidade.

O RIC Mais tenta contato com os advogados de Jorge Guaranho.

Mostrar próximo post
Carregando
vulkan vegas, vulkan casino, vulkan vegas casino, vulkan vegas login, vulkan vegas deutschland, vulkan vegas bonus code, vulkan vegas promo code, vulkan vegas österreich, vulkan vegas erfahrung, vulkan vegas bonus code 50 freispiele, 1win, 1 win, 1win az, 1win giriş, 1win aviator, 1 win az, 1win azerbaycan, 1win yukle, pin up, pinup, pin up casino, pin-up, pinup az, pin-up casino giriş, pin-up casino, pin-up kazino, pin up azerbaycan, pin up az, mostbet, mostbet uz, mostbet skachat, mostbet apk, mostbet uz kirish, mostbet online, mostbet casino, mostbet o'ynash, mostbet uz online, most bet, mostbet, mostbet az, mostbet giriş, mostbet yukle, mostbet indir, mostbet aviator, mostbet casino, mostbet azerbaycan, mostbet yükle, mostbet qeydiyyat