PEC das Praias: confira as praias do Paraná que podem ser vendidas

Das sete cidades que compõem o Litoral do Paraná, seis poderão ter terrenos vendidos, caso a PEC das Praias seja aprovada

por Mahara Gaio
Com informações de Brayan Valêncio
Publicado em 10 jun 2024, às 15h54. Atualizado às 17h05.

Devido a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n° 3 de 2022, que prevê que os terrenos da Marinha do Brasil sejam domínio do Estado e municípios, algumas praias do Paraná poderão ser vendidas caso o projeto seja aprovado no Congresso.

PEC das Praias: confira as praias do Paraná que podem ser vendidas
Das sete cidades que compõem o Litoral do Paraná, seis poderão ter terrenos vendidos, caso a PEC das Praias seja aprovada (Foto: Jaelson Lucas/AEN)

Leia também:

Confira as praias que poderão ser vendidas caso a PEC das Praias seja aprovada:

A cidade de Matinhos é o município com mais possibilidade de venda de terrenos. Com 4.850 áreas ocupadas por pessoas físicas ou jurídicas e outras 5 sob controle da administração pública. Em contrapartida, Morretes é o único município que não tem possibilidade de colocar terreno à venda.

Em Paranaguá, são 3.696 terrenos autorizados para que terceiros utilizem e 57 são utilizados pelas autoridades. Guaratuba, 1.768 terrenos são cedidos aos cidadãos ou empresas e 23 são posse do Estado. Já em Antonina, 663 terrenos são repassados à terceiros e três utilizados pela administração pública.

Por fim, em Guaraqueçaba, 282 terrenos foram cedidos a pessoas e 31 são controlados pelo governo e Pontal do Paraná pode repassar 205 terrenos que estão com outras pessoas, além de 15 que a administração pública controla. Todas essas cidades estão localizadas no Litoral paranaense.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

Mostrar próximo post
Carregando