Foi realizado o pedido de prisão preventiva do motorista que atropelou uma criança em Arapongas, no norte do Paraná, no último sábado (30). Segundo Maurício de Oliveira Camargo, delegado chefe da Polícia Civil (PC), ele pode responder por homicídio doloso duplamente qualificado.

O homem que atropelou a criança estava embriagado e não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Conforme o relato da avó do menino, o neto atravessou a rua correndo para abraçar um amigo e o carro não freou. Ela foi quem retirou a criança debaixo do veículo.

Leia também: Policial, filho de coronel, é encontrado morto em porta-malas de veículo no PR

O menino de apenas quatro anos, identificado como Ayrton Felipe de Oliveira de Barbosa, não resistiu. O Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana que recolheu o corpo da criança.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

2 abr 2024, às 11h53. Atualizado às 15h29.
Mostrar próximo post
Carregando