Gisela Gaytán, candidata à prefeita de Celaya, cidade no México, foi assassinada a tiros na última segunda-feira (1º) enquanto fazia campanha em uma comunidade. 

A candidata havia acabado de apresentar o plano estratégico de segurança em um comício. Conforme as autoridades, homens armados chegaram ao local atirando e a mulher morreu na hora.

A procuradoria-geral de Guanajuato disse que está investigando o assassinato. Nenhuma prisão foi realizada. 

Gisela Gaytán: investigação sobre a morte

Até o momento, a motivação do crime ainda não está clara para a polícia mexicana. No entanto, a principal suspeita é que o crime tenha ligação com a disputa de facções no território.

México está envolvido numa dura crise de segurança. Dezenas de políticos e candidatos foram mortos antes das eleições de meio de mandato, em 2021.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

3 abr 2024, às 12h42.
Mostrar próximo post
Carregando