Os pré-candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT) à prefeitura de Curitiba, Zeca Dirceu e Carol Dartora, desmentiram que já haja consenso para que a sigla entre de vez na possível candidatura de Luciano Ducci (PSB). Neste momento, especula-se nos bastidores que a presidente da legenda, Gleisi Hoffmann, definiu que Ducci será o cabeça de chapa, com Goura (PDT) na vice e o PT atuando como partido da coligação.

O Partido dos Trabalhadores está rachado em pelo menos três alas: a que defende a candidatura própria e apoia Zeca; a que defende candidatura própria e apoia Dartora e a que pensa em atuar “nas sombras” como ocorreu em 2012 durante a eleição que sagrou Gustavo Fruet (PDT) prefeito.

Além de Zeca e Dartora, o partido também tem o nome do advogado Felipe Mongruel, mais conhecido como Magal, que almeja ser o candidato apoiado por Lula.

Em contato com a reportagem, o deputado Zeca Dirceu disse que afirmar que o PT já decidiu apoiar Luciano Ducci é “pura imaginação” e que isso não passa de futurologia. Já a deputada Carol Dartora ressaltou que “o PT ainda não tem decisão oficial” sobre como agirá na disputa pelo Palácio 29 de março.

Tanto Zeca quanto Dartora explicaram que entraram em contato com o deputado estadual Goura e que o parlamentar desmentiu ter aceitado ser vice de Ducci. Nós também procuramos o pedetista, mas ainda não obtivemos resposta.

Já Luciano Ducci vem reforçando que, com o apoio ou não do PT, a sua candidatura está confirmada pela direção nacional do PSB,

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

3 abr 2024, às 19h19. Atualizado às 23h19.
Mostrar próximo post
Carregando