por Valeska Macedo
com supervisão de Giselle Ulbrich

53% da população brasileira tem interesse na política, dos quais 18% tem alto interesse e 35% apresenta interesse médio no assunto. Os dados são da pesquisa do Panorama Político 2022: opiniões sobre a sociedade e democracia feito pelo Instituto DataSenado, com colaboração da Universidade de Brasília (UnB).

O interesse sempre aumenta próximo das eleições. Mas alguns termos dificultam um pouco o entendimento do eleitor sobre alguns passos das eleições. Entre eles estãos os termos zerésima e boletim de urna. Mas o RIC Mais te explica o que significa cada um deles.

O que é zerésima?

A zerésima é o documento emitido em cada seção eleitoral antes do começo da votação, segundo o Glossário Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O relatório mostra que não existe voto registrado na urna eletrônica para nenhum dos candidatos da disputa e é impressa logo após o procedimento de inicialização da urna.

Antes do primeiro eleitor ir à urna eletrônica para votar, o equipamento deve ser ligado pelo presidente da mesa receptora de votos na presença dos mesários e fiscais de partidos políticos para, então, emitir o relatório da zerésima. O documento contém a identificação da urna, comprova que estão registrados todos os candidatos e que não há voto computado para nenhum deles. Em outras palavras, confirma que a urna tem “zero voto”.

O presidente da seção eleitoral, os mesários e os fiscais dos partidos ou coligações que estiverem presentes devem assinar a zerésima após a impressão do documento.

O que é boletim de urna?

O boletim de urna é o documento emitido em cada seção eleitoral em uma urna eletrônica depois do término da votação. O Glossário Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) explica que o relatório “declara a transparência e a credibilidade do sistema eletrônico de votação brasileiro”.

Dados registrados no boletim de urna:

  • Total de votos por partido;
  • Total de votos por candidato;
  • Total de votos nulos e em branco;
  • Total de comparecimento em voto;
  • Identificação da seção e da zona eleitoral;
  • Hora do encerramento da eleição;
  • Código interno da urna eletrônica;
  • Sequência de caracteres para a validação do boletim.

O documento é enviado em um número de cópias não inferior a cinco. Na sequência, uma das cópias do relatório é gravada na mídia removível, criptografada, para ser usada durante a fase de apuração dos resultados da urna.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.
22 set 2022, às 06h10. Atualizado em: 21 set 2022 às 23h43.
Mostrar próximo post
Carregando