Bloqueio atmosférico: saiba o que é o fenômeno que afeta o Rio Grande do Sul

A previsão é que o fenômeno permaneça até o dia 14

por Eduardo Teixeira
com informações do Climatempo
Publicado em 10 maio 2024, às 07h46.
POST 2 DE 7

Um bloqueio atmosférico é apontado pelos meteorologistas como o fenômeno que vem provocando as fortes chuvas no Rio Grande do Sul. De acordo com o portal Climatempo, o país está com uma área de pressão atmosférica bem no centro do mapa, que impede a circulação das massas de ar frio.

Bloqueio atmosférico: saiba o que é o fenômeno que afeta o Rio Grande do Sul
Nesta sexta-feira (10), a previsão é de chuva forte sobre o Rio Grande do Sul, com a estimativa de 100 mm durante o dia e a noite. (Foto: Brayan Valêncio/ RICtv)

Esse bloqueio faz com que as chuvas fiquem retidas na região Sul do Brasil e provoque enchentes no estado gaúcho. Esse sistema de pressão atmosférica acontece devido os ventos que vem da região norte do Brasil e da Argentina, que “seguram” a frente fria.

A previsão, de acordo com o portal de meteorologia, é que o fenômeno permaneça até o dia 14. 

Além das fortes chuvas no estado gaúcho, o bloqueio atmosférico também está relacionado com a onda de calor fora de época que atinge a região Centro-Oeste e Sudeste. 

Com as chuvas “presas”, principalmente no Rio Grande do Sul, a parte superior do mapa do Brasil enfrenta uma seca. O estado do Mato Grosso do Sul passa há 16 dias com uma onda de calor que elevou as temperaturas.

Nesta sexta-feira (10), a previsão é de chuva forte sobre o Rio Grande do Sul, com a estimativa de 100 mm durante o dia e a noite.

Bloqueio atmosférico no Rio Grande do Sul: número de mortes

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou nesta quinta-feira (9) uma lista com nomes dos mortos e desaparecidos em razão das enchentes que assolam o estado. 

De acordo com o último boletim, divulgado às 18h, foram registradas 107 mortes por causa das chuvas. Uma morte é investigada para saber se está relacionada à tragédia. O número de desaparecidos chega a 134. 

Clique aqui e saiba como ajudar as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul.

Quer receber notícias no seu celular? Entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando