Justiça condena vereador de Londrina por propaganda antecipada

O vereador de Londrina Rony dos Santos Alves (PTB) foi condenado a pagar uma multa de 5 mil reais por ter realizado propaganda antecipada. A decisão foi tomada pelo juiz eleitoral da 157º Zona Eleitoral de Londrina, Paulo César Roldão, que julgou procedente a representação do Ministério Público Eleitoral contra parlamentar.

A representação, feita pela promotora eleitoral Maisa Aparecida de Araujo, havia sido protocolada no último dia 3. À Justiça, o vereador negou a propaganda irregular, mas a Promotoria aponta que ele, através de mala direta, enviou correspondências a moradores da região oeste da cidade de Londrina, promovendo obras realizadas a seu pedido e invocando a necessidade de continuação dos trabalhos junto à Câmara dos Vereadores.

O magistrado destacou a “associação entre a inequívoca promoção pessoal do representado Rony dos Santos Alves” e a frase constante nas cartas distribuídas: “Sabemos que as necessidades de nossa comunidade são muitas e, que por isso, precisamos continuar cobrando, insistindo e trabalhando juntos, porque unidos, podemos fazer do nosso bairro o lugar que queremos”, visava transmitir aos eleitores a ideia de que o candidato seria justamente aquele com a necessária experiência para garantir a continuação do trabalho mencionado. Disse ainda que “em quase 04 (quatro) anos em que esteve no cargo de vereador nesta cidade, o representado não demonstrou ter enviado cartas demonstrando o trabalho prestado sequer uma vez, sendo que a presente carta somente foi enviada meses antes das eleições”.

11 jul 2012, às 00h00.

No Ar

Balanço Geral Curitiba

As principais notícias de Curitiba e região, de segunda a sábado. Acompanhe com Jasson Goulart.

🔴AO VIVO

Próximos programas

  • 17h20 RIC Notícias Live
  • 20h55 Cidade Alerta Paraná
Mostrar próximo post
Carregando