MP denuncia tripulação de navio por racismo e tortura

A embarcação, que está em Paranaguá, no litoral do Estado, é de bandeira maltesa. Sua tripulação está sendo denunciada por racismo, tortura e tentativa de homicídio contra um estrangeiro.

Os réus são acusados de ter agredido e jogado ao mar dois camaroneses que viajavam de forma clandestina. Um deles foi recuperado com vida, boiando sobre uma estrutura de madeira.

A tripulação do navio está proibida de deixar o litoral paranaense e é mantida sob vigilância constante.