Professores e funcionários da Unioeste promovem paralisação

Os docentes e servidores técnicos cruzaram os braços no início da manhã desta quinta-feira (16). A paralisação está sendo realizada nos cinco campi da Unioeste (Universidade estadual do Oeste do Paraná): Marechal Cândido Rondon, Cascavel, Francisco Beltrão, Toledo e Foz do Iguaçu. Cerca de 9 mil estudantes estão sem aulas.

Os trabalhadores pedem mudanças na política de cargos e salários que, segundo eles, vem acarretando perdas salariais. Os professores e servidores estavam conversando sobre o assunto com representantes do governo estadual até o final do ano passado. Porém, dizem que as negociações foram suspensas em janeiro. Uma greve geral, por tempo indeterminado, não é descartada.

16 fev 2012, às 00h00.
Mostrar próximo post
Carregando