Sanepar pede para que população economize água em Guarapuava

O consumo de água em Guarapuava, município de 160 mil habitantes na região Centro-Sul do Estado, está batendo recordes históricos neste início de março. A média, que foi de 24 milhões de litros por dia nos últimos dois anos, chegou a 29 milhões de litros diários em março – um acréscimo de 16,7%. Isso significa que cada pessoa está gastando, em média, 30 litros de água a mais por dia. Por isso, a Sanepar recomenda o uso racional na cidade.

“As altas temperaturas deste verão elevam o consumo para muito acima do esperado, o que pode afetar o abastecimento em algumas regiões da cidade”, afirma a coordenadora de Planejamento da Sanepar em Guarapuava, Maria Olita Sasaki.

O estado de alerta atinge, principalmente, os bairros Bomsucesso, Padre Chagas, Primavera, Aeroporto e Xarquinho. “É preciso que todos usem a água sem desperdiçar, reduzindo o tempo debaixo do chuveiro, por exemplo, ou não lavando a calçada com água tratada” explica Maria Olita.

Para garantir o abastecimento nos próximos anos, a Sanepar vai investir R$ 4,213 milhões em obras como a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água Guará, perfuração de poços, construção da estação elevatória no distrito de Entre Rios, implantação do sistema de abastecimento de água no assentamento Paiol das Telhas e 13.393 metros de rede de distribuição. Além disso, também estão previstos investimentos de R$ 26,372 milhões em 77.320 metros de rede coletora de esgoto.

9 mar 2012, às 00h00.

No Ar

Próximos programas

  • 22h20 RIC Notícias Noite
Mostrar próximo post
Carregando