por Guilherme Becker
com informações de Tiago Silva, da RICtv

Um crime chocante assustou os moradores de Contenda, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada desta quarta-feira (3). Um homem é suspeito de matar a esposa com um tiro na cabeça, na frente dos filhos do casal, e na sequência tirar a própria vida. Mônica Padilha e Aramis Oliveira estavam juntos há mais de 15 anos.

O crime contra a esposa aconteceu na casa do casal. Na noite desta terça (2), após retornar de um culto na igreja que frequentava, Mônica encontrou o marido na residência. Segundo testemunhas, neste momento houve uma primeira discussão e a mulher saiu de casa e foi até a loja de uma amiga.

Esposa é morta após voltar da igreja

No local, Mônica comprou um perfume para o marido, porém, quando retornou para casa, perto da meia-noite, o casal voltou a brigar. Aramis pegou uma arma e disparou em direção a cabeça da companheira.

“O piazinho (filho do casal) contou que viu o pai dele com a arma na mão, mas ficou com medo de falar pra mãe. Quando viu, ele já estava atirando nela. Ela teria colocado a mão na frente da arma”, disse Josiane Soares, vizinha e amiga de Mônica.

A criança de apenas 9 anos presenciou o momento em que a mãe foi morta pelo pai. Na sequência, Aramis pegou o carro da família e seguiu em direção a BR-476, conhecida como Rodovia do Xisto. Na altura do km 171, o automóvel foi encontrado parado, com o homem morto no interior do veículo. Uma arma calibre 38 também foi localizada.

“Meu marido e os piás procuraram, porque ele falou para o filho ‘que se matasse a mãe dele iria se matar’. Ele saiu e não demorou muito, saíram procurar e alguém achou ele na BR”, completou Josiane.

O casal tinha dois filhos e estavam juntos há mais de 15 anos. Em dezembro de 2020, Aramis compartilhou fotos do casamento.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

3 abr 2024, às 13h12.
Mostrar próximo post
Carregando