Comerciante perde tudo em incêndio na Ceasa de Curitiba: “Não sobrou nada”

Fogo destruiu cerca de 2 mil metros na Ceasa; incêndio assustou comerciantes e caminhoneiros que estavam no local

por Guilherme Becker
com informações de Marcelo Borges, da RICtv
Publicado em 7 jun 2024, às 07h09. Atualizado às 10h34.
POST 2 DE 6

O incêndio na Central de Abastecimento de Curitiba (Ceasa), que teve início na noite desta quinta-feira (6), assustou comerciantes, caminhoneiros e moradores do bairro Tatuquara. As chamas se alastraram rapidamente e atingiram um pavilhão de aproximadamente 2 mil metros. Cerca de 20 boxes foram destruídos.

Incêndio na Ceasa de Curitiba teve início na noite desta quinta-feira (6)
Incêndio na Ceasa de Curitiba teve início na noite desta quinta-feira (6) (Foto: Marcelo Borges/ RICtv)

“Não sobrou nada, única coisa que sobrou foram umas caixarias. Fazer o que? A única coisa é erguer as mãos para os céus, pois são bens materiais, falar com Deus. Não sabemos o que fazer daqui pra frente. Olha quanta gente perdeu tudo, nós trabalhávamos com mamão há 33 anos”, comentou o autônomo Luís Montelevski.

Caminhoneiros que estavam no local, no aguardo para carregamento, também ficaram assustados com a velocidade que o fogo se alastrou. “Foi muito rápido, hopra que eu acordei estava um fogo pequeno, em 10 minutos já tinha pego fogo em tudo”, contou o caminhoneiro Hamilton Magalhães.

Outro motorista relatou que o Corpo de Bombeiros chegou rapidamente ao local do incêndio, porém, as chamas se alastraram muito rápido devido aos materiais inflamáveis. “Onde eu vi que começou o fogo, em cinco minutos se alastrou. Em 10 minutos o Corpo de Bombeiros já estava no local”, recordou Edivan Cardoso.

Leia também:

Apesar do susto, não houve feridos no incêndio na Ceasa. Um balanço total da destruição deve ser divulgado em breve. A causa do incêndio deve ser investigada pelas autoridades.

ATUALIZAÇÃO: Anteriormente, a estimativa do Corpo de Bombeiros era de que 40 boxes tinham sido destruídos. Com o rescaldo, no entanto, foi constatado que cerca de 20 boxes foram atingidos.

Movimentação na Ceasa após incêndio

A movimentação é intensa na manhã desta sexta-feira (7) na Ceasa de Curitiba. Após o incêndio, que destruiu diversos boxes de comerciantes, muitos trabalhadores estão no local para conferir os prejuízos. 

O trânsito na BR-116, na região do Tatuquara, também é intenso. Diversos caminhões, que iriam carregar nesta madrugada, permanecem no local.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui

Mostrar próximo post
Carregando