por Guilherme Eduardo Morais
com supervisão de Giselle Ulbrich

Arthur Rockenbach, suspeito de matar a namorada com uma facada no pescoço, revelou em depoimento à Polícia Civil (PC) que tentou se defender. Ele diz que teve uma briga com a vítima, Cláudia Ferraz, em Londrina, no norte do Paraná.

“A gente brigou fisicamente. Ela queria ver o meu celular, porque apitou uma mensagem e eu não deixei ela ver. Fui me defender. Não entreguei o celular para ela e fui para o quarto. Depois de um tempo ela também foi pro quarto já com uma faca na mão”, contou.

Além disso, há a possibilidade do suspeito de matar a namorada ter tentado incendiar a casa após o crime, devido ao forte cheiro de gasolina presente no local e a uma caixa de fósforos que foi encontrada ao lado da cama. 

O caso aconteceu na noite da última quarta-feira (7) e o homem foi para a Central de Flagrantes na quinta-feira (8) pela manhã.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

9 fev 2024, às 19h04.
Mostrar próximo post
Carregando