Uma pesquisa da MindMiners mostra que os jovens da Geração Z são conectados, mas mais solitários do que os da Geração Y, os “Millennials”, e também mais estressados, preocupados e confiantes em seu potencial de mudar o mundo. 

Para a psicóloga Evelise de Carvalho, é importante frisar que esta é uma geração “muito consciente das questões sociais e políticas, e muitos jovens estão envolvidos em causas sociais e ativismo”. “Neste mundo onde a tecnologia é uma parte integrante de suas vidas, eles valorizam a inovação e a criatividade”, destaca a psicóloga. 

Um levantamento do Grupo Consumoteca também evidencia que, diferente da Geração Y que priorizava experiências, a Geração Z valoriza a aquisição de bens materiais, principalmente a compra de imóveis e veículos. 

24 abr 2023, às 05h02. Atualizado em: 20 abr 2023 às 11h04.
Mostrar próximo post
Carregando