A sessão de julgamento do senador Sergio Moro, iniciada às 14h desta quarta-feira (3), no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) foi suspensa. Para esta data, eram esperados os votos de José Rodrigo Sade, Claudia Cristina Cristofani, Julio Jacob Junior, Anderson Ricardo Fogaça, Guilherme Frederico Hernandes Denz e Sigurd Roberto Bengtsson, presidente do tribunal. 

Após Sade votar a favor da cassação de Moro, a desembargadora federal Claudia Cristofani alegou que precisa de mais tempo para refletir sobre o caso e pediu vistas do processo. A sessão então foi suspensa e será retomada na segunda-feira (8).

Acompanhe o julgamento de Sergio Moro em tempo real

Relator votou contra cassação de Moro

No primeiro dia de julgamento, o relator Luciano Carrasco Falavinha Souza declarou o primeiro voto. O desembargador se posicionou contra a cassação de Moro.

Se for cassado pelo TRE, Moro não deixará o cargo imediatamente porque a defesa poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se a eventual cassação for confirmada pelo TSE, novas eleições serão convocadas no Paraná para preencher a vaga do senador. Ele ainda ficará inelegível por oito anos.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

3 abr 2024, às 15h39. Atualizado às 17h08.
Mostrar próximo post
Carregando