Jovem atingida por ácido está consciente e respira sem ajuda de aparelhos

Mãe de Isabelly Ferreira informou que a filha não teve os olhos atingidos e a substância não afetou a fala da jovem

Publicado em 27 maio 2024, às 07h47. Atualizado às 10h57.
POST 19 DE 26

A jovem Isabelly Ferreira, vítima de um ataque com ácido, segue internada em estado grave, porém, está consciente e respira sem ajuda de aparelhos. Segundo boletim médico, divulgado neste final de semana, a moça permanece na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI), do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), do Hospital Universitário de Londrina. 

Jovem Isabelly Ferreira segue internada em estado grave
Jovem Isabelly Ferreira segue internada em estado grave (Foto: Reprodução/ Isabelly Ferreira/ Facebook)

A mãe de Isabelly, Regiane Ferreira, também comentou que a filha não foi atingida na região dos olhos e que a substância não afetou a fala da vítima. Após o ataque, a jovem chegou a ser entubada, mas apresentou melhoras e está consciente, respirando sem ajuda de aparelhos.

Confira o boletim médico desta segunda-feira (27). “Paciente, 23 anos, permanece internada em leito de Terapia Intensiva, no Centro de Tratamento de Queimados do HU-UEL, recebe cuidados multiprofissionais, com melhora do seu estado geral, estável hemodinamicamente, consciente, respira espontaneamente, permanece sem previsão de alta”.

Suspeita de crime

A mulher suspeita de jogar soda cáustica no rosto de uma jovem na última quarta-feira (22), em Jacarezinho, no Norte Pioneiro do Paraná, foi presa nesta sexta (24). Debora Custódio, de 22 anos, foi encontrada no pátio de um hotel do município e revelou que estava sendo perseguida por quatro homens. Entretanto, a Polícia Militar do Paraná (PMPR) desconfiou da versão da moça e encaminhou a suspeita para a delegacia.

mulher presa ácido jacarezinho
Mulher presa por ataque com ácido confessou crime por ciúmes (Foto: Redes Sociais/ PMPR)

De acordo com a suspeita, ela teria usado uma mistura de soda cáustica com água para o ataque contra Isabelly. A vítima, de 23 anos, estava perto da academia onde treina quando foi surpreendida. A jovem teve queimaduras, foi socorrida por populares e levada para atendimento médico em Jacarezinho. Devido à gravidade dos ferimentos, Isabelly foi transferida para o Hospital Universitário de Londrina.

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que uma pessoa passa, de peruca loira e boné, carregando uma sacola (CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO). Ao ser questionada sobre a peruca, a suspeita de cometer o crime disse que dispensou o acessório em um matagal. Com ela, foi apreendida uma calça, que aparenta ser a mesma das imagens obtidas pela Polícia Civil.

A mulher estaria com uma calça preta com listras brancas nas laterais no momento do crime (Foto: Divulgação/PMPR)

Prisão de suspeita de ataque com ácido

A prisão da suspeita foi registrada nesta sexta-feira, no pátio de um hotel de Jacarezinho. A PM foi acionada após a mulher pedir socorro. No local, ela alegou que quatro homens a perseguiram, porém que não sabia o motivo. Por fim, também afirmou que estava escondida em um matagal próximo desde quarta-feira à tarde.

As afirmações da mulher geraram desconfiança nos policiais, por conta do dia e horário em que ela havia se escondido, portanto, compatível com a ataque contra Isabelly. Além disso, ela estava em um local próximo de onde o crime foi registrado. Ao ser questionada, a suspeita confessou o ataque contra a jovem.

“Na delegacia da PCPR, ela foi ouvida e, durante a oitiva, confessou o crime. Após diligências, a PCPR solicitou o mandado de prisão que foi expedido e cumprido na manhã desta sexta-feira (24), no município de Jacarezinho”, relatou a Polícia Civil em nota. Ainda, a Polícia Civil confirmou que a mulher alegou motivação ligada a ciúmes do ex-marido.

Jovem foi atacada por ácido no Paraná
Isabelly está internada na UTI, em Londrina (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Dessa forma, a PM encaminhou a mulher para a Delegacia de Polícia de Jacarezinho/PR e ela foi presa. A suspeita está. então, à disposição da Polícia Judiciária para os eventuais procedimentos.

Quem é a suspeita de jogar ácido em jovem

Debora é moradora de Jacarezinho, tem 22 anos e um filho de dois anos e meio. A suspeita foi casada com um rapaz que recentemente teve um relacionamento com Isabelly. Atualmente, Debora estava retomando um caso com o ex, que está preso por roubo agravado.

Debora Custódio (a esquerda) é suspeita de jogar líquido em Isabelly Ferreira (a direita)
Debora Custódio (a esquerda) é suspeita de jogar líquido em Isabelly Ferreira (a direita) (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

No dia do ataque contra Isabelly, Debora saiu de casa, onde mora com a avó, por volta do meio-dia. Sem informações, a avó da suspeita foi a responsável por buscar o filho de Debora na escola, por volta das 17h. Desde então, a família estava sem informações da moça, que foi presa por volta das 5h desta sexta (24).

Diante da delegada Caroline Fernandes, Debora confessou que foi a responsável por jogar um líquido no rosto da jovem Isabelly Ferreira, que está internada em estado grave no Hospital Universitário de Londrina. Além disso, justificou que encontrou mensagens antigas de Isabelly no celular do namorado, o que teria causado uma crise de ciúmes.

“Ela (suspeita) encontrou um celular na casa da genitora dele (atual namorado) e viu que a vítima falava ‘o que você faz com essa feia?’, e isso causou muito ciúmes. Além disso, disse que não dormia e premeditou tudo. Disse que agiu sozinha, que o convivente não tem nenhuma participação”, contou a delegada Caroline.

Quer receber notícias no seu celular? Então entre no canal do Whats do RIC.COM.BR. Clique aqui.

Mostrar próximo post
Carregando